Decision Report - Página inicial

   
| Assinaturas  |  Publicidade  |  Newsletter  |
|  Contato |   Busca: 
 |
Panorama Finanças Governo Saúde Serviços Indústria Varejo
Mercado
Pesquisa
Fusões
Cases
Carreira
Segurança
Comentário
Security Report


Security Leaders no WTC. Participe!

PROOF




Você está em: Home - Governo -

TCU aposta em tecnologia em flash

Léia Machado     26/04/2017

O Tribunal de Contas da União (TCU) tem um parque tecnológico robusto que contém 4.5 petabytes de informações. Para algumas aplicações críticas, como processo eletrônico e envio de e-mails criptografados, a instituição precisava de mais agilidade com melhor performance e, para isso, contou com soluções de armazenamento 100% em flash da Pure Storage.

O projeto levou dois anos entre o estudo da melhor solução para as necessidades do TCU até a vitória da Pure Storage da licitação. Com investimento na ordem de R$ 4,6 milhões na nova solução, o TCU já migrou 500 terabytes para o storage em flash. Segundo Renato Vilella, gerente de Infraestrutura da Instituição, a previsão é de migrar mais 300 terabytes nas próximas semanas.

“Nos últimos três anos, o volume de dados armazenados e processados aumentou significativamente no TCU, principalmente pelo impacto ‘fator Lava Jato’. Com isso, precisávamos melhorar nossa performance de processamento e agilidade nas operações. Todas os investimentos tecnológicos que fazemos é sempre focado nas demandas da área de negócio”, pontua Vilella.

O executivo explica que o investimento em armazenamento em flash é apenas um pedaço do projeto de modernização do TCU, que envolve também soluções de analytics, cloud, Hadoop e computação em memória. “Estamos preparando nossa infraestrutura para um futuro próximo que envolve mais automação e nuvem híbrida”, detalha.

Como a instituição fez diversas aquisições ao longo dos últimos anos, é natural que algumas partes do parque tecnológico esteja obsoleta e necessite de migração para novas tecnologias. Na medida em que as inovações chegam para o mercado, o TCU também se moderniza. Até outubro deste ano, por exemplo, 635 terabytes serão descontinuados devido ao fim do ciclo de vida da solução.

“O legado do TCU segue atuando de forma plena e o investimento em storage em flash é focado em demandas críticas de negócio. Essa iniciativa trouxe agilidade, segurança e economia de tempo, energia e espaço físico”, completa Vivella.

Enviar por e-mail   |   Imprimir texto

Mercado - 28/04/2017
Senior Solution anuncia migração para o Novo Mercado

Mercado - 28/04/2017
Seja inteligente com a AI

Mercado - 28/04/2017
NCR registra faturamento de US$ 1,48 bilhão

Mercado - 28/04/2017
Os desafios da inteligência artificial

Mercado - 28/04/2017
Quanto o BYOD custa para as empresas?

Mercado - 27/04/2017
78% dos executivos de TI temem a concorrência

Mercado - 27/04/2017
Líderes precisam se envolver mais na transformação digital

Mercado - 27/04/2017
Red Hat nomeia novo VP executivo e CFO

Mercado - 26/04/2017
TOTVS investe R$ 20 milhões em nova solução de RH

Mercado - 26/04/2017
Blockchain: já é uma realidade?



Os CEOs e a inovação
*Por Orlando Cintra

Orlando Cintra, da SAP Brasil, fala como a transformação digital é um tema de interesse, investimento e grande preocupação dos executivos. Quem, de fato, faz a ideia disruptiva acontecer dentro da organização?


Copyright © 2015 Decision Report       Todos os direitos reservados.       É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.